Relíquias. As do dia-a-dia. Sentidos. Os pulsantes. Luzes. Os excessos das sombras. É quase sempre de verdade, quase nunca por inteiro e, com sorte, com alguma sujeira final pra polir... Intentos. Os desde criança. Açúcares. Os que amarguem no final. Topos. Os de cume desconfortável. Vergonhas cantadas em coretos centrais, pintadas de nu pra parecer espontâneo. Colaborações. As de gosto, por favor!

segunda-feira, março 10, 2008

Noite mal dormida


Ela acordou. Onde estou? Em todos os lugares das lembranças. Um instante apenas e o sentimento é que todo o universo parece estar aqui. Foco e luz, reflexo. O mundo é belo quando me sinto assim. Belo também. O que há de bom é que vai chover. O sol ainda lá. Ventos e tempestades. A natureza ainda é viva e vibrante. Manifesta. Deus é manifesto. Agente oculto.


Os limites. Não ter asas. Não ter guelras. Pedaços. Fragmentos. Acordou assustada e tentou voltar a dormir. Outra vez a mesma coisa. Acorda. Olha ao redor. Procura a verdade que pode apalpar. Olha. Procura o relógio. Tentar ver o tempo. Controlar o tempo. É cedo. Duas horas. Preciso acordar por volta das seis. Duas horas depois é quatro horas e lá está interrompendo o sonho. O mesmo sonho. São quatro horas de um dia que ainda não clareou. Tentar outros sonhos. Acordar disposta. Seis horas.
Agora um banho.
Oito da manhã. Suco e aspirina. Rezas. Proteção. Um tempo para sonhar mais um pouco. Deus é presente. Aperta o botão do elevador. Aperta o térreo e conta quinze segundos. Térreo.Hoje não chove. Venta calmo e o céu está limpo. Aperta o botão do controle que aciona o portão eletrônico e ele vai se abrindo. Olha para o espelho colado na parede. Ninguém. Atravessa a rua. Desce. Vira à esquerda. Agora à direita. Cruzamento.
- Bom dia!
- Bom dia!
- Posso perguntar uma coisa?
- Depende.
- Não é nada complicado nem pessoal.
- Ainda bem. E o que é então?
- Onde fica o banheiro?







MCD!

Um comentário:

danilo disse...

?Insomnia

Essa sensação de dormir acordado o tempo todo.