Relíquias. As do dia-a-dia. Sentidos. Os pulsantes. Luzes. Os excessos das sombras. É quase sempre de verdade, quase nunca por inteiro e, com sorte, com alguma sujeira final pra polir... Intentos. Os desde criança. Açúcares. Os que amarguem no final. Topos. Os de cume desconfortável. Vergonhas cantadas em coretos centrais, pintadas de nu pra parecer espontâneo. Colaborações. As de gosto, por favor!

quinta-feira, janeiro 10, 2008

Como diria minha vó...


"Férias é coisa de criança!"

3 comentários:

Danilo disse...

Se é preciso ser criança pra entrar no reino do céu, então as férias são o próprio paraíso!

Júlio disse...

já tava na hora, heim!

Renato Forner disse...

Então, vc sabe que seu título é um plágio,neh?!
E aqueles plágios bem mal feitos, que só inverte um pouco uma palavra ou outra.
o Raul tinha a música Como Vovó já Dizia.
Toca Raul!!!!!!
Ur!!!!!!!!
Luar é o nome aos avesso dele!!!
Raurrrrrrrrrrrrrr!